Neurologista CRM 770

Quedas nos idosos

As pessoas de idade tem possibilidade de sofrer quedas.  Acima de 65 anos, 28 a 35% pode cair e isto sobe a 42% com mais de 70 anos. As consequências podem ser graves com 5.2% de fraturas e o mais temível é trauma de crânio com consequências por vezes desastrosas.

As causas de quedas são variadas e o idoso pode ter múltiplos fatores de risco  ao mesmo tempo.

São importantes a sarcopenia (enfraquecimento muscular da idade), doenças articulares, queda visual, hipofunção do labirinto, dificuldade de mobilidade (como doença de Parkinson), perda de propriocepção, prejuízo cognitivo, hipotensão postural, para citar alguns.

Até medicamentos podem contribuir para quedas e os médicos precisam ter este conhecimento e serem cuidadosos na prescrição.

Muitas vezes a causa não tem tratamento efetivo e então tem que haver atenção e adotar medidas preventivas  para evitar a primeira queda ou sua repetição.

Os idosos e seus familiares só conscientizam  destas medidas depois de cair pela primeira vez. Aí então gera o medo de cair, os familiares superprotegem e o idoso deixa de realizar muitas tarefas da vida diária. o que vai contribuir para facilitar outras quedas.

Independente do tratamento da doença causal, se é que tenha tratamento, os idosos devem praticar atividades físicas especialmente reforço muscular, treino de marcha e de equilíbrio. Alimentação balanceada para melhorar o estado geral e dos músculos, pode também ajudar.   O tai-chi é tido como importante alternativa de impacto na prevenção de quedas. Taiji Quan ou Tai chi chuan (tai chi chuã) é uma arte marcial chinesa, baseada em suaves movimentos circulares.

Como medidas de prevenção, são cuidados fundamentais:

  1. Evitar sapatos de saltos altos em mulheres
  2. Escadas com corrimão e bem iluminadas
  3. Soalho carpetado e sem obstáculos que possam levar a tropeços
  4. Não caminhar no escuro
  5. Telefones de fácil acesso
  6. Equipamentos de segurança (providenciados por T.O.)
  7. Cuidados no banheiro
  8. Tomar banho, vestir e tirar a roupa assentado
  9. Não trancar a porta do banheiro e do quarto
  10. Ter acompanhante permanente
  11. Retirar tapetes
  12. Sapatos com sola antiderrapante
  13. Nunca andar de meias ou sandálias e chinelos frouxos
  14. Armários com portas leves e maçanetas grandes para facilitar a abertura
  15. Roupas em lugares de fácil acesso
  16. Evitar bebidas alcoólicas

Compartilhe este Post

Related Post

Dor Lombar

Estou retornando a este assunto porque considero de grande importância, tanto pela prevalência como pelas condutas divergentes...

Nevralgia Pós-Herpética

O tratamento da nevralgia pós-herpética é desafiador, havendo alguns medicamentos com atuação variável e casos intratáveis e...

Tremores

Tremor é um distúrbio de movimento de tipo oscilatório rítmico e regular. É mais comum nas mãos,...

Deixe uma resposta